Artigos

Como fazer um bom negócio ao comprar ou vender um carro usado

Vice-presidente da Auto Avaliar aponta o que é importante levar em conta numa negociação

É essencial, para quem vai vender um carro, garantir que ele esteja recebendo uma avaliação técnica. A loja ou concessionária precisa verificar, de forma objetiva, fatores como quilometragem e condições do motor, freio, lataria, pintura e pneus.

“A avaliação técnica é fundamental para que a concessionária ou lojista consiga fazer uma precificação correta do carro”, explica Daniel Nino, vice-presidente comercial da Auto Avaliar. “Quando não existe um processo técnico de avaliação, o preço acaba sendo definido por baixo, pela média inferior.”

A Auto Avaliar é a plataforma líder no comércio B2B de veículos usados e seminovos no Brasil. Ela conecta mais de 2,8 mil concessionárias e 30 mil lojistas multimarcas, o que representa 75% do mercado brasileiro.

Por meio do aplicativo da Auto Avaliar, o avaliador tem acesso às informações oficiais do carro, como marca, modelo e versão, consultados por meio da placa. Depois, ele segue um roteiro de fotos para identificar todas as partes do veículo. O aplicativo da Auto Avaliar faz uma avaliação roteirizada de mais de 40 itens do automóvel.

Na hora definir o preço, a Auto Avaliar tem uma régua de classificação que vai de A a D, dependendo das condições do carro. “Carregamos todas as informações de mercado, todo histórico de compra e venda da Auto Avaliar, para chegar à precificação de cada veículo”, explica o executivo.

Inspeção especializada

Caso o carro tenha um risco pequeno na lataria, é melhor consertar antes de levar para a avaliação? O vice-presidente da Auto Avaliar recomenda que não, caso o veículo seja levado para um local que tenha um bom processo técnico de avaliação.

“Quando o consumidor manda arrumar o carro, o avaliador sabe que ele arrumou”, explica. “A peça de um carro pode ter sido pintada por causa de um pequeno risco ou um grande amassado. O avaliador sabe que ela foi refeita. Se está original, com risco ou amassado, ele sabe exatamente qual é o problema.”

A Auto Avaliar tem uma parceria com a Dekra, maior empresa de inspeção de veículos do mundo. Segundo Nino, no melhor modelo a rodar atualmente em seus clientes, os avaliadores são especialistas terceirizados. Eles emitem um parecer técnico que vai, via sistema, para a mesa de negócios da concessionária. Os profissionais dessa mesa de negócios têm as informações de mercado, e podem precificar o carro a partir da avaliação.

Cuidado na compra

Na hora de comprar um carro usado, Nino recomenda ao consumidor exigir um laudo. Conhecer a concessionária ou lojista traz alguma segurança ao negócio, mas uma certificação feita por uma empresa especializada pode deixar o comprador mais tranquilo quanto à procedência e às condições do veículo.

“Acho que está sendo criada essa consciência”, diz o executivo. “Mas ainda acontecem muitos erros. Se estiver bem informado, o consumidor consegue evitar muito problema. A Auto Avaliar quer empoderar o consumidor para que ele exija que esse processo seja seguido.”

A Auto Avaliar tem um sistema com informações em tempo real sobre automóveis negociados, que dão indicação melhor de preços do que uma pesquisa nos portais de compra e venda ou fontes de referência mais tradicionais. “Ninguém anuncia um veículo num portal pelo preço que realmente vai vender, sempre existe margem de negociação”, explica Nino. “As informações da Auto Avaliar permitem definir um preço mais justo tanto para quem vende quanto para quem compra.”

Sobre o autor

Magazine Automotiva

Magazine Automotiva

Comentários no Facebook

Publicidade

Curta nossa página