Notícias Automotivas

Salão do Automóvel de São Paulo 2020 sofre com debandada de marcas

debandada salão do automóvel de são paulo 2020

No ano em que chega a 60ª edição, pelo menos 14 montadoras já confirmaram suas desistências em participar da maior feira automotiva do país; Hyundai foi a última

Aproximando-se de sua 60ª edição, o evento bienal Salão do Automóvel de São Paulo 2020, previsto para acontecer do dia 12 a 22 de novembro, está sendo esvaziado cada dia mais.

Após poucos dias depois de a BMW e a Toyota desistirem de participar do evento, foi a vez de a Hyundai confirmar que também ficará de fora da tradicional feira automotiva. Completando assim a lista com que conta com: Chevrolet, Toyota, Peugeot, Citroën, BMW, Volvo, Jaguar, Land Rover, Mini, Lexus, Hyundai, Mitsubishi, Suzuki e a Jac Motors

Até o momento, somente Volkswagen, Fiat, Jeep, Renault, Ford, Nissan e Kia são as únicas marcas confirmadas para o evento. Não decidiram ainda participação outras marcas de peso como a Honda, Mercedes-Benz, Porsche, Kia, Audi, Ferrari, Lamborghini, Maserati, dentre outras.

Justificativa

“Avaliamos bastante a situação aqui no Brasil e decidimos substituir a participação no Salão do Automóvel por outras atividades mais exclusivas ao longo do ano”, disse Angel Martinez, vice-presidente comercial da Hyundai Motor Brasil, em comunicado.

Tendência em todo o mundo

Não é um caso isolado esta debandada do Salão do Automóvel de São Paulo. Em todo o mundos, os salões automotivos estão perdendo força ao tentar dividir atenção do público com as grandes feiras de tecnologia como a CES, em Las Vegas, que acabou contando com montadoras em suas últimas edições.

Em vista disso, as marcas têm preferido focar suas estratégias de publicidade e venda aos ambientes digitais e para esse novo nicho de evento.

Sobre o autor

Magazine Automotiva

Magazine Automotiva

Comentários no Facebook

Publicidade

Curta nossa página