Artigos

Alinhamento de Carros: saiba quando fazer e sua importância

alinhamento de carros
alinhamento de carros: descubra quando fazer

É muito importante manter seu veículo alinhado para evitar diversos problemas, é recomendado que se faça o procedimento a cada 10 mil km ou antes, principalmente por conta da má qualidade das estradas do Brasil que exigem muito da suspensão de qualquer veículo, entenda melhor quando é necessário realizar o alinhamento de carros, continue lendo.

Alinhamento de Carros

O alinhamento e balanceamento deve ser feito sempre na troca dos pneus ou na revisão periódica, ter uma suspensão alinhada aumenta a vida útil dos pneus e dos componentes da suspensão e evita gastos maiores no futuro.

Nos dias atuais a maioria dos veículos só recebe alinhamento nas rodas dianteiras de fábrica e por conta disso com o tempo há uma necessidade de realizar o alinhamento traseiro nesses carros pois eles perdem a regulagem original.

Estar atento aos sinais que o carro dá pode ser uma das formas de identificar quando há necessidade de se realizar o alinhamento traseiro, um sinal claro é quando o carro “puxa” a direção para algum lado, seja esquerdo ou direito, outra forma de identificar é quando há um desgaste irregular dos pneus.

O alinhamento nada mais é que garantir que o carro tenha equilíbrio em movimento, é feito o ajuste dos ângulos das rodas do veículo em relação ao piso e as linhas do meio do carro, causando uma maior eficiência de rolamento, desgaste dos pneus, melhorando estabilidade e segurança para os passageiros do veículo.

Existem 3 itens importantes na hora de balancear seu carro, entenda quais são:

Cambagem

Esse procedimento é o que garante o equilíbrio dos pneus e evita o desgaste, cambagem é a inclinação da roda com relação ao pino mestre, ela pode trabalhar de três formas, nula, positiva ou negativa, tudo depende do fabricante.

Para saber quando é necessário a realização da cambagem é simples, basta olhar na frente de seu veículo, suas rodas deverão estar o mais próximo possível do ângulo reto, um lado nunca pode estar mais inclinado do que o outro.

Alguns carros possuem a cambagem positiva, quando os pneus estão voltados para fora, e outros tem a cambagem negativa, quando os pneus estão voltados para dentro, a cambagem nula (quando os pneus estão em ângulo reto) só acontece quando o carro está fazendo uma curva para uma maior segurança.

A cambagem deve ser feita de acordo com os parâmetros do fabricante e varia de carro para carro, caso não esteja de acordo com o estipulado para o veículo pro fábrica pode causar problemas no amortecedor e suspensão.

Cáster

Conhecido como atraso de roda, é o ângulo formado entre o pino mestre da roda do veículo em relação ao plano vertical, esse procedimento deverá ser realizado após o alinhamento de direção quando detectado que as medidas do cáster estão em desacordo com as medidas do fabricante do veículo.

O cáster também deverá ser realizado se a direção estiver pesada ou quando tiver dificuldade de voltar as rodas para a posição inicial após qualquer deslocamento.

Existem alguns sintomas quando o cáster está incorreto:

  • se há desconforto em dirigir;
  • se o veículo perde estabilidade em altas velocidades;
  • se a direção está pesada;
  • dificuldade em retornar as rodas dianteiras á sua posição anterior após a realização de uma curva.

Convergência e Divergência

São a diferença entre as partes dianteiras e traseiras dos pneus quando vistos de cima, o ajuste desses itens faz com que os pneus desgastem menos principalmente sob frenagem.

Balanceamento

É importante que o balanceamento seja feito na troca dos pneus para prolongar a sua vida útil, além disso esse procedimento deve ser feito com uma certa frequência para evitar possíveis problemas (cerca de 10 mil km), para saber se está na hora de realizar o procedimento fique atento há alguns detalhes como uma possível trepidação do volante em altas velocidades.

O balanceamento é o equilíbrio das rodas, deve ser feito nas quatro rodas do veículo para garantir total eficiência, uma forma simples de verificar se seu veículo precisa do balanceamento é notar se há trepidações no carro quando ele passar de 60 km/h.

Realizei o alinhamento do veículo, devo balancear?

Um procedimento não está ligado ao outro, o balanceamento deve ser feito quando houver a troca dos pneus, quando a quilometragem atingir seu limite, quando houver um impacto grande com algum buraco nas vias, volante duro ou vibrando também são sinais que indicam necessidade de balanceamento.

Muitas pessoas recomendam realizar os dois procedimentos juntos para evitar problemas, por isso esses termos andam lado a lado.

Direção não acompanha, devo alinhar?

Depende, problemas na direção podem ocorrer de outras fontes, uma pressão desigual nos pneus pode ser o suficiente para que sinta mudanças no volante, é importante também conferir se há diferença no sistema de freios do carro que em alguns casos ele pode atuar com intensidade diferente nas rodas.

É importante também estar atento ao desgaste dos pneus, se um lado tem muita diferença em relação ao outro esse pode ser o motivo do carro estar puxando.

Recomendações

É importante que se faça o alinhamento de carros e o balanceamento em no máximo até 10 mil km, em alguns casos é recomendado que se faça em torno de 5 a 7 mil km de acordo com a qualidade das estradas de sua região, esses procedimentos devem ser realizados mesmo que o carro não dê sinais de que está precisando dos mesmos.

Considerar balancear sempre que houver:

  • a troca dos pneus do veículo;
  • vibração no volante;
  • rodízio de pneus;
  • conserto de uma câmara de ar;
  • grande choque contra algum buraco ou obstáculo que empene o aro;
  • pneu gasto de forma excessiva em algum ponto

Conclusão

Manter seu veículo alinhado é sinônimo de segurança, manter seu veículo alinhado é a garantia que sua suspensão dure por muito tempo sem causar gastos desnecessários, o mesmo é válido para os pneus que duram mais por conta do alinhamento correto de seu veículo.

Agora que você entende sobre o assunto poderá procurar um mecânico de confiança para realizar o procedimento sem correr o risco de ser enganado.

Sobre o autor

Magazine Automotiva

Magazine Automotiva

Comentários no Facebook

Publicidade

Curta nossa página