Tecnologia

“Dream Car” da ZF reúne tecnologias de condução autônoma para veículos produzidos em série

A ZF apresentará soluções para a mobilidade conectada e digital do futuro na CES 2018, a maior feira de tecnologia eletroeletrônica do mundo, que será realizada em Las Vegas entre os dias 9 e 12 de janeiro. Dentre outras coisas, a ZF demonstrará um veículo em desenvolvimento que, graças à caixa de controle com Inteligência Artificial ZF ProAI, constituirá uma experiência importante para a condução autônoma – mesmo quando o veículo não estiver em movimento. Com este “Dream Car”, os engenheiros da Divisão de Engenharia Avançada da ZF implementaram diversas funções que permitem uma condução plena e totalmente automatizada até os níveis 3 e 4. A vantagem da caixa de controle ZF ProAI é que tanto o hardware como o software são modulares, e podem ser ampliados de acordo com a aplicação e o nível desejado de automação.

“Com o nosso ‘Vision Zero’, nos comprometemos com a condução autônoma, pois, no longo prazo, isso ajudará a reduzir o número de acidentes significativamente”, explica o CEO da ZF, Dr. Konstantin Sauer. “Na CES 2018, apresentaremos soluções praticamente prontas para a produção em larga escala. Elas reforçam a nossa posição como um fornecedor confiável e inovador para a indústria automotiva, bem como um parceiro atrativo para fornecedores no dinâmico mercado da mobilidade”, completa o Dr. Konstantin Sauer.

Test-drive virtual a 9.200 quilômetros de distância

O foco está na caixa de controle com Inteligência Artificial ZF ProAI, desenvolvida pela ZF e pela sua parceira NVIDIA, disponível apenas um ano após o anúncio da parceria na CES 2017. Trata-se do ponto central da apresentação do “Dream Car” no estande da empresa durante o evento. Em Las Vegas, a ZF fará uma exposição estática do veículo em conjunto com os dados coletados por sensores durante um test-drive real e simultâneo que será realizado entre o prédio ZF Fórum e o Centro de Pesquisa e Desenvolvimento da empresa, ambos localizados em Friedrichshafen, na Alemanha. O veículo – e especialmente a ZF ProAI – interpretará os dados em tempo real como se estivesse seguindo precisamente essa rota. Ações como curvas, frenagens e acelerações serão transmitidas em tempo real a exatamente 9.200 quilômetros – como se o veículo imaginasse que estivesse se deslocando em outro continente. Por meio da importação dos dados dos sensores, os algoritmos da Inteligência Artificial podem ser treinados. O veículo “aprende” como interpretar uma situação de tráfego sem estar, efetivamente, na estrada. A experiência pode ser posteriormente transferida de um veículo para outro.

Competência para a condução autônoma e novos conceitos de mobilidade

Na CES 2018, a ZF dará ênfase à experiência com a condução autônoma junto com outros destaques. Um conceito inovador de volante de direção interpreta os gestos do motorista e os responde por meio de uma tela com gráficos e iluminação adaptável.

Além disso, em conjunto com os seus parceiros, a ZF desenvolveu o serviço de micropagamentos Car eWallet. Com ele, os veículos podem pagar automaticamente determinados serviços, como tarifas de estacionamento. Apenas um ano após a primeira apresentação do Car eWallet, o serviço já pode ser integrado à caixa de controle ZF ProAI – uma funcionalidade que foi recebida com grande interesse pelas empresas de mobilidade e de serviços financeiros.

Para desenvolver essas soluções inovadoras, a ZF emprega o “Vision Zero Ecosystem”, sua rede de parcerias e colaborações. Essas parcerias fortes e abertas permitem que a ZF aumente sua velocidade de desenvolvimento, e que ela também sincronize soluções inovadoras de outras empresas especializadas com as suas próprias invenções.

Por esse motivo, a ZF é considerada como uma empresa parceira atrativa de desenvolvimento para os novos conceitos de mobilidade. Um exemplo visível na CES é o Rinspeed “Snap”. A ZF contribuiu com o conceito flexível do veículo, constituído por uma plataforma veicular pronta para operação (chamada de “skate”) e por várias carrocerias (os “pods”) para o transporte de passageiros e de cargas. O “Snap” traz uma tecnologia inovadora para driveline e chassis, incluindo freios e acionamento elétrico, bem como sensores de ambiente e hardware e software para o controle de bordo do veículo. O conceito de “Intelligent Dynamic Driving Chassis” (Chassi Inteligente de Condução Dinâmica, também chamado simplesmente de IDDC) da ZF é o alicerce para a mobilidade urbana do futuro, sem emissões, conectada e flexível.

Sobre o autor

Magazine Automotiva

Magazine Automotiva

Comentários no Facebook

Publicidade

Notícias sobre Filmes, Séries e Netflix

Curta nossa página